A bobeira do Natal!

A grande bobeira do tal Natal. Pessoas ignoram seus problemas e acreditam que tem motivos pra ser feliz.

Esquece aquela briga com um familiar e consegue ter uma noite agradável com ele e se pergunta qual foi o motivo do desentendimento.

Alguns vão além, entram na brincadeira de presentear o próximo e na hora de entregar o presente, ainda tem que se lembrar só de coisas boas sobre aquela pessoa, e entregam o presente sorrindo e com abraço.

Os adultos voltam a acreditar no papai Noel, para dar esperanças as novas crianças e se lembram do quão bom era acreditar.

A cidade se enfeita e nós vemos, finalmente, que nosso imposta serviu para alguma coisa.

Os olhos de adultos e crianças brilham na mesma intensidade ao ver luzes de Natal, que não tem como distinguir quem é quem.

No Natal, a gente acredita que as coisas são boas, valem a pena, que a felicidade existe!

E o que de bobeira nisso? N A D A!!

O que faz com que isso não vele a pena?

Dê o seu sorriso de verdade, sua abraço de verdade. E acredita naquilo que está recebendo tanto quanto acredita naquilo que está oferecendo.

A magia do Natal existe e eu sei disso, porque está em mim, então pode está em você também!

 

12394282_1315626411796281_1873928599_o

Vamos aprender com as séries?

Que atire o primeiro spoiler quem nunca pensou em viver em uma série favorita! Quem nunca pensou em ter amigos engraçados e fiéis como em Friends? Bem resolvidos (“”), companheiros como How i met your mother (é difícil achar características diferentes das duas haha)

Best-Friends-Ever-In-TvHIMYM1

Eu sou suspeita pra falar porque desde sempre foi a louca sonhadora, eu sempre sonhei em uma garota de Nova York, aquela desencanada, que mora sozinha ou com amigos, trabalha em uma revista, jornal, programa de tv, coisa do tipo, anda correndo pelas ruas carregando café e pegando táxis. Já falei um pouco disso no post de viagens. Pois é, tudo isso por causa dos filmes eu via/vejo e séries, sempre achei que eu era aquela garota, e pra falar verdade ainda acho que sou, ela esta aqui em algum lugar, se procurar acha. haha Eu bem poderia ser uma das meninas de Apartment 23 ou até mesmo uma de Two broke girls mas, mais inteligente que elas, né.

nh

Nossa mas com certeza, eu queria ser a Jess do New Girl, na verdade eu preferia ser a amiga gata dela, porque né, já que é pra sonhar, vamos alto hahaha

51O5Rvi8XZL._SX940_

Mas o que acontece é que a gente se perde vendo essas séries super divertidas, com pessoas maravilhosas, que superam tudo, e fica achando que nossa vida é uma merda (ou é só eu?) e esquece que eles também estão passando pro problemas a maior parte do tempo, ou ta sem dinheiro, ou terminou com namorado, problemas com a família, problemas com amigos, e gostamos de assistir por isso. Porque mesmo passando pro problema, aquela menina ali esta tentando superar. Aquele cara que está sem grana, está sendo ajudado por seus amigos. Aquele casal de ex-namorados ainda convivem bem, mesmo as vezes ela chorando sozinha e ele reclamando com os amigos que senti falta dela. Ou seja, aquilo ali não é outro mundo não, tem gente sofrendo tem gente feliz, tem gente completamente perdido na vida, sem saber que passo da, assim como muitos de nós.

Nós temos que entender um coisa É POSSÍVEL. Isso vale pra tudo, coisas boas e ruins. Sabe aquelas coisas ruins que acontece com alguém e você pensa “isso nunca aconteceria comigo”  Colega, aconteceria sim, acontece o tempo todo com todo mundo. Assim com coisas boas também, aconteceu com ele, pode acontecer com você. Por que não?

É difícil manter esse pensamento porque sempre vemos a diferença, ficamos pensando “ah, mas com fulano é assim” “mas é diferente comigo” Claro que é, todo mundo tem uma história diferente, estranho seria se fosse tudo igual não é mesmo!!?
Vamos tentar ver de fora um pouco, pensar que estamos assistindo nossa vida e nos apegando as partes boas, as partes que nos faz querer ver todos episódios, que lancem mais e mais temporadas, e que ela não termine!
Bye, ❤

O amor anda incomodando…

Estranho falar desse tema, não deveria haver necessidade de ainda estarmos falando disso. Mas o amor vem incomodando.

Há uma semana a O Boticário lançou uma propaganda para o dia dos namorados, e nela é mostrado casais presenteado uns aos outros, e claro, entre esses casais há casais de pessoas do mesmo sexo. O que deveria ser uma coisa normal, simples, cotidiana, causou alvoroço por parte de pessoas que julgam esse tipo de relacionamento. Que dizem que isso está “destruindo a família brasileira” que isso “está indo contra os ensinamentos cristão” e “blábláblá”.. Fala sério ne gente. Como ainda hoje tem pessoas incomodadas com o amor dos outros?
Enquanto uns estão amando, outras estão propagando ódio. Quem pode esta errado nessa historia?

Nós temos que ser a favor a toda forma de amor, e saber que a vida de outras pessoas não precisa afeta a sua. E eu não precisava esta falando esse tipo de coiso e nem ninguém. Quem sou eu para interferir no relacionamento do outro, ainda mais quando as duas partes estão de acordo e felizes?

E você que se pergunta: E o que eu vou dizer pro meu filho quando ele ver duas mulheres se beijando?

Diga o que eu pretendo dizer para as minhas (se é que elas vão fazer essa pergunta), que eles estão fazendo uma demostração de amor, assim como elas estão acostumadas a ver entre o papai e a mamãe. Simples, tenho certeza que eles vão entender, e isso não vai incentivar ele a ser homossexual também.

A propaganda é linda, não sei como não amar. Então não adianta ficar fazendo corrente pra da “não gostei” no vídeo, porque já está na tv e vai ter demostração de amor o tempo todo, e de todas as formas!

“CONSIDERAMOS JUSTAS, TODA FORMA DE AMOR”

Amor de irmão.

DSC_0002

Tenho vários! E posso dizer que varia de um para outro, talvez por eu ter muitos e serem diferentes um dos outros. Quando é pouco a relação é mais singular. Ainda mais quando as idades são próximas.
Nichole e Clarice tem 1 ano e 4 meses de diferencia. Sim, é bem pouco rs. O bom é que elas sempre vão ter uma a outra e vão está sempre passando pelo mesma fase juntas.
Por outro lado tem a pressão de ter que ser assim. Terem que ser as melhores amigas, terem os mesmos amigos, ter que gostar das mesmas coisas. Não, não é assim. Sei que elas tem sua diferença ainda dessa idade, mas também sei que com a criação as duas podem ser sim melhores amigas, e o resto, ah é resto. Sua melhor amiga nem sempre é como você. (Pelo menos todas que tive eram diferentes), mas nas principais coisas sim, o mais importante é demonstrar preocupação com você, e isso o que melhor do que irmãs para ter?DSC_0009

Agora, ainda novas eu vejo isso. Quando por exemplo arrumo a Nichole pra sair ela pergunta: ” e a Clarice?”, ou quando alguém brinca falando que a vai levar a Clarice embora, e até mesmo quando ela esta comendo ou bebendo alguma coisa, ela sempre me manda dar a Clarice, com os brinquedos que ainda tem problemas as vezes rs, e ela fica boba a cada coisa nova que vê a Clarice fazer, como: levantar sozinha, engatinhar, bater palmas, atc…

Quero mesmo que as duas sejam amigas o bastante para que nunca se sintam sozinhas, mesmo tendo eu e o pai delas sempre presente, sendo amigos também, é importante ter uma amizade de verdade, e uma de irmão, até mesmo para fazer complôs contra agente. (tenho noção do que me espera)
Quero que o companheirismo seja o bastante para que as brigas, ciumes, amizades, namorados, não consigo distancia-las. Quando é criança é fácil elas brigam e daqui a pouco estão brincando, mas é na adolescência que a coisa pega. Ainda bem que eu vou amadurecendo como mãe junto com elas como filhas. Mas não tenho dúvida que o melhor que eu poderia dar para elas, é a companhia uma da outra.

A ideia de ter só um filho é tentadora, mas quando se tem 2 ou 3 a forma com que as coisas mudam para melhor é incrível, e as coisas que mais nos causam medo, reação do trabalho, do cuidado, isso passa despercebido, aparece obstaculas maiores e soluções mais simples, do que a gente pensava que seria.
A Clarice foi um susto que eu pensei “agora fodeu de vez”, mas a forma que ela veio, e que é, me fez esquecer como era ter só uma filha e como que era o sonho de ter só um filho.

Esse vídeo é antigo, mas tem momentos desde a chegada da Claricinha ❤

MAAÃÃAAAEEE!!!

Chegou o dia. O DIA! Não tem quem não fica mais mole, emotivo, ou com raiva ou qualquer sentimento em relação a essa data. “Dia das mães é a data mais especial do ano, eu até diria que é o natal, mas não é jesus que lava minhas roupas e beija meu dodói pra sarar” -Todo mundo odeia o Chris
E deixem de ser caretas de ficar ofendido com uma piada dessa, é dia das mães, ate Deus riria se jesus fizesse essa piada para o pai dele haha

Essa data pra mim já teve o mix de emoções, mas hoje eu só guardo as boas, porque agora eu sou mãe e o amor que eu sinto todo dia pelas minhas filhas, me faz entender as diversas formas de ser mãe e a não julgar. Uma coisa que me incomoda muito nesse mundo materno é a competição que rola entre as mães. É uma disputa de quem é mais mãe, e eu acho isso uma coisa absurda.
Então, mãe, mães, eu quero lhes oferecer um abraço, e dizer que eu te entendo e te respeito muito. Eu sei que não e fácil pra você deixar seu filho na escola, mas faz isso porque acha que é o melhor pra ele, e sei que não é fácil você ter que lidar com N mães que acha que você é um monstro. Sei que dói demais pra você deixar seu filho 3 minutos de castigo, e te entendo também mãe que prefere não deixar que você vai concertar de outro jeito. Eu entendo mãe, o tamanho da culpa que você sente por ter esquecido a hora de dar o remédio, e entendo também que você preferiu deixar a sua filhar dormir sem o segundo banho pra evitar estresse já na última hora do dia que vocês tem juntas. Mãe eu entendo você que acha que colo não estraga e amamentar vai até a vida toda. Mãe eu entendo se você acha que ela dormir na cama do casal não faz mal, quando chegar a hora ela mesmo vai se incomodar. Eu entendo mãe você que preferi acostumar ele com o berço já no primeiro dia. Mãe eu entendo a sua escolha, desde que seja sua, eu entendo que você aja da forma com que você acredita. Sinta-se abraçadas.

Mães hoje em dia sempre fala que “filho não vem com manuel de instrução”, mas hoje em dia tem sim, tem muitos, o que não falta é livros, sites, blogs que já estampam na capa, “COMO EDUCAR SEU FILHO” e ai de você mãe, se não segue nenhum desses manuais.

Um abraço mãe, pra você que age pelo instinto, acredita no que você julga certo ou errado, mesmo que pra você o certo é seguir a risca cartilhas, mesmo que pra você o certo ou errado varia, você não merece ser julgada,porque mãe não é um padrão como a gente acredita que é, mesmo tendo alguma semelhança uma com a outra, eu sei que a maior semelhança é a culpa. Mãe se culpa por tudo que acontece na vida do seu filhos, bom ou ruim. Tudo que nós mães queria é que vocês tivessem um pouco desse amor fraterno que temos. Então se sinta abraçadas mães, vocês são demais, eu sei que as vezes nós vamos dormir sentindo que está fazendo tudo errado, mas sei que as vezes a gente vai dormir sabendo do quão a gente é foda.
Parabéns Mães!