SMAM 2015

11813520_1040020689341467_7833203612815103828_n
A semana Mundial do Aleitamento materno começou. (aliás já está quase acabando) Começou dia 01/08 e acaba dia 08/08. Essa semana é focada para incentivar as mães e futuras sobre a importância de amamentar. Parece até bobeira está falando sobre isso em pleno século 21, mas ainda tem muita gente que acha errado amamentar, que ignora o quão importante é pra o bebê, e muitas vezes algumas deixam de amamentar por vaidade.

1620720_846372635388330_1211237331_n

Amamentando Clarice. Olha esse olhar ❤

Eu sou super a favor do direito que os pais tem sobre decidir a forma com que vai criar seu filho, qual método, sobre quando vai desmamar, quando vai coloca-ló na escola, sobre se vai deixar chorar ou vai dar colo, se vai deixar dormir na cama ou berço, não sou daquelas que caga regra e bato o pé em dizer que o que eu faço é o certo e se você não faz igual ta errado. E não sigo cartilhas de “como fazer isso” ou “como fazer aquilo”. Mas tem muita gente que por falta de informação acaba agindo de uma forma que nem ela concorda muita, mas não conhece outra opção, ou se senti obrigada a agir de tal forma por conta de julgamentos. Então eu sou extremamente a favor da informação, que estejamos todos cientes da consequência dos nossos atos e aja de tal forma que realmente acreditamos ser o certo.

E com amamentação, que é uma coisa simples, que sempre foi, que é o método mais comum, o natural, ainda é passada muitas informações erradas e hoje em dia vem havendo muito discussão sobre um assunto que não deveria causar estranheza, não estamos falando de uma coisa nova, moderna, que foi inventada ontem.

Eu amamentei minhas duas filhas, a Nichole mamou só até os 4 meses porque ela quis, parece que nunca gostou, e eu tentei até os 4 meses e ainda me culpo por não ter conseguido levar por mais tempo, Já a Clarice mamou até 1 ano, parou quando eu comecei a trabalhar fora, e mesmo assim acho que dava pra continuar porque eu trabalhava meio período, mas ela com o tempo não quis mais. É inexplicável o que eu sentia no momento da amamentação, é um momento único de completa ligação entre você e o bebê, eu não trocaria esse momento por nada, e agora que elas não mamam eu sinto muito falta.

Eu sei que muitas mães temem pela dor, e comigo no começo também foi doloroso, e muito, muito mesmo, mas com a prática eu fui aprendendo, e a forma de pegar que faz machucar, então se tiver doendo é porque o bebê está pegando errado, é só ter um pouco de paciência que da certo. Então amamente, incentive a amamentação.

Essas fotos lindas mostram a beleza de amamentar e como isso é natural isso. Espero que isso incentive outras mães a fazerem o mesmo.
Beijos
001 002 003 005 006 007 008 009 010

Depressão meio do ano/20 anos

Pois é, aqui está ela de novo, apesar que ano passado tava tranquilo mas esse ano não. Já passamos da metade do ano e para muitos começa aquela crise de EU NADA FIZ! NADA ACONTECEU! 

marley

Foto com meu cachorro por se tem uma coisa que aconteceu esse ano e marcou, foi a morte do Marley 😥

Essa crise se parece com aquela pós 20 anos, que você ainda não decidiu que profissão seguir, está na faculdade fazendo um curso que você ainda não sabe se gosta, ou nem entrou na faculdade ainda porque não decidiu o curso. Mas o problema é que estamos apressados demais galera. 20 anos? Não é nada ainda, nós achamos que com 20 estamos engatinhando na nossa carreira para quando tivermos com 25 já estarmos correndo. Mas não é assim não gente, fica de boa ai!

11012764_1200504406641816_8783771020456909542_n

Aconteceu essa manhã que rendeu essa foto 🙂

É meio do ano você ainda não estabilizou, mas tenta pensar no que você fez, ou pelo menos no quanto você tentou. Porque pode ser que você passou o ano até aqui tentando, mas infelizmente ainda não aconteceu, mas você está ai, tentando. O que não podemos ficar é no comodismo e achar que as coisas vão acontecer de um jeito ou de outro, porque elas vão sim, mas se você estiver ai pardo no canto, elas vão está bem ali acontecendo e você não está nem percebendo. Como diz a música do Forfun que eu passei a adolescência ouvindo e ouço até hoje: “Pobre de espírito aquele que não se aventurar, o comodismo é uma mau parasitário. Juventude perdido é o cara##o, e eu tenho muito pra viver” Com 20 ano você não precisa ter medo de tentar uma coisa nova, e no meio do ano também não, não precisa ter medo de seguir para um caminho diferente, se der errado, você volta. Você sabia que você pode voltar? Que nenhuma decisão que você tomar, precisa ser a definitiva e que você vai ter que ficar nela pelo resto da vida? Não tem problema nenhum de voltar, de perceber que deu errado e querer outra coisa, ou ver que deu certo mas ainda não é o que queria. Vai indo, vai com instinto, vai com vontade, vai sorrindo! Eu tinha grava expectativas desse ano, todo mundo tem, todo mundo acha que meia noite do dia 31 de dezembro libera um pó de piripimpim e vá fazer com que tudo no próximo ano seja maravilho, tudo vai da certo, tudo vai maravilhoso e todo ano a gente quebra a cara. Tem coisas boas? Tem, mas também vai ter muita merda, a nós vamos tentar ignorar mas nem sabe vai dá. Nós vamos ficar puto com alguém, com nós mesmo, mas isso serve também pra lembrar que vamos sobreviver, sobrevivemos ano passado, e todos os outros até chegar aqui. E como sempre eu tenho que colocar o link de u vídeo da JOUT JOUT que eu acho que tem alguma  a ver. Porque eu sempre vou achar que tem alguma coisa a ver, eu poderia colocar link de vídeo no post todo  O MULHER MARAVILHOSA  Ela nos prova que TÁ TODO MUNDO MAL não é só você ou eu não miga, é todo mundo mesmo. Fica de boa ai. (cada vez mais que eu escrevo eu me imagino falando em vídeo, então cada post sai como um roteiro, quem sabe um dia.) https://www.youtube.com/watch?v=I4nzxREdyko

Dia dos namorados!!

dia-dos-namorados

Dia dos namorados chegando e o que não falta por ai é dicas de qual presente, onde ir, o que vestir.

Essa época sem dúvida inspiram casais e muitas vezes é o momento de você da um up no relacionamento que já pode esta um pouco “cansado”. Quem já teve ou tem um relacionamento que durou/dura mais de uns 2 anos sabe que nem sempre é aquela coisa de filme que era no começo, não é que vai ficando pior, vai amadurecendo mesmo, e com o dia-a-dia o romantismo vai virando coisas bem mais simples, detalhes que vão fazendo diferença.

Mas nos dias dos namorados a maioria gosta de exagerar, quer fazer aquela coisa que alguns podem achar brega, mas eu acho super válido, qualquer demostração de carinho. E isso vai de cada casal, é particular de cada um.

As meninas ficam mais inspiradas né, querem fazer o presente, decoração pro ambiente, meses antes já estão juntando materiais para o grande evento, enquanto os homens te levam pra um passeio no shopping pra você mesmo escolher seu presente.
Há buatos que tem homens que também gosta de fazer o presente, fazer decoração fofa. Não conheço, os mais românticos compram flores. O que não deixa de ser muito fofo!

Então, eu não tenho tutorial nenhum de como fazer tal presente, ou em como decorar o quarto, e muito menos de uma receita boa para a noite. Só quero dizer para você se jogar na data, faz o que quiser o que vai te deixar feliz e acha que seu companheirx vai gostar, não cai em clichê não, isso não precisa ser algo para seus seguidores do instgram achar fofo, não é pra fazer inveja na sua “amiga”, não é para servir de exemplo para outros casais, é para vocês. O momento é de vocês.

E caso você está solteira, pare com essas piadinhas dos dia dos namorados, não há necessidade, se você não está incomodada com isso pra quer ficar fazendo piadinha?
Eu não vou ficar falando do dia dos finados se eu não tenho parente morte para me lembrar.

Deixa os outros curtirem seu momento em paz, quando chegar sua vez, você faz o mesmo!!

Sacode a poeira e vai!

O tombo foi grande, mas não foi em um abismo não. Pode levantar que da.
Esquece os machucados agora que um dia eles saram, os mais profundos vão deixar umas cicatrizes e ainda vai ter aqueles reladinhos que para os outros não parecem nada mas que uma hora ou outra eles ardem.
Vai ter momentos que sem querer na hora do banho você vai sentir eles e vai chorar quietinha.
Mas ninguém precisa saber disso não. Você não precisa ficar apontando seus pontos fracos que de um jeito ou outro vão descobrir e você vai descobrir sem querer outros. Mesmo quando você descobrir, e descobrirem também, você vai fingir que não é não, você é forte demais para ter ponto fraco.
Seu sorriso é mais marcante do que sua lágrimas, e delas ninguém vai precisar lembrar. Você levantando de um tombo vai saber que vai valer a pena levantar de outros, antes o tropeço que impulsiona do que a mão que afaga. Pode ter certeza que tombos não vão faltar, não vai faltar cansaço, vontade de desistir, mas se você quiser mesmo, a vontade de levantar vai ser sempre maior. Então erga a cabeça e vai!