Mamãe canguru!

morgan5

Esta precisando de uma inspiração para começar a fazer caminhada empurrando o carrinho do baby?

Ou fazer qualquer coisa tendo que leva-ló junto, porque eu sei que é barra sair para fazer coisas nós sozinhas tiraríamos de letra, mas é colocar uma criança na bagagem que o trabalho triplica. Sei bem do que estou falando, porque eu me aventuro a sair sozinha com as duas, de ônibus ainda por cima. Só de pensar, cansei.

Não é fácil, mas eu sempre pensa que se eu tenho que fazer e eu tenho 2 filhas, isso não vai me impedir de fazer, nem que eu faça com elas. E isso não pode te impedir mesmo, a não ser que você queira. “Não, eu não estou afim de fazer caminhada empurrando carrinho, porque eu não estou afim nem sem empurrar.” Ok, é um direito seu, mas daí usar isso como desculpa pra deixar de fazer uma coisa que você quer fazer, é outra coisa né.

fg

Pois Morgan Brechler foi além do que a caminhada. Literalmente. Morgan, de 25 anos faz escaladas e trilhas com a filha Hadlie de 3 anos. As duas já escalou alguns dos parques mais famosos dos Estados Unidos e do México, e tudo começou quando Hadlie tinha apenas meses. A mãe diz que a filha começou treinar escalada indoor em uma parede na sua casa. (Toda criança nessa idade está aprendendo escalar alguma coisa né).

Eu acho que é mais fácil ser um pai ao ar livre do que alguém que leva seu filho ao shopping nos fins de semana. É natural e nós nos divertimos muito juntas.” 

capafs morgan14

Conta Morgan, que estuda agricultura sustentável, trabalha em um escritório de designer e é voluntária em um projeto de hortas comunitárias. Gente, fazendo isso tudo e ainda mãe, escalar deve ser o de menos pra ela, e uma ótima forma de passar um tempo com a filha.

Se você está afim de se inspirar mais por essa histórias, segui Morgan no instagram, que ela posta várias fotos lá, e já tem mais de 18 mil seguidores. As fotos são lindas e realmente inspiradoras. E também nesse site BORN WILD que mostra histórias de outras mães, que assim como Morgan estão por ai explorando lugares com suas crias.

E você ai reclamando de não ter vaga preferencial para pessoas com babys no colo, no estacionamento o shopping? (criança de colo que já anda e tem carrinho)

morgan4

Customização!

Sou suspeita pra falar porque sou super adepta a essa moda, apesar que, não é uma coisa de agora né, desde sempre tem gente que vem modificando suas roupas, sapatos, objetos de decoração e muito mais. Só que de uns anos pra cá essa prática ganhou grande repercussão e não é mais vista como “coisa de pobre” todo mundo faz e tem gente ganhando fama passando dicas como a @dicadaka que tem mais de 2 milhões de seguidores no facebook onde ela passa várias dicas e sempre de uma forma muito prática.11264601_407080629477225_922368436_n

Pois bem, se pode customizar de tudo, e tem vários estilos. Eu sempre gostei, minhas preferidas são os jeans, porque também eu uso muito, acho muito prático, então minhas calças são jeans, shorts jeans, saias jeans (saia jeans? Me lembrou Dragon Ball haha) E também com uma customização simples em um dia ele fica com cara de um que acabou de sair da, loja, com essa moda de destroyed, boyfriend, fica difícil você saber o que é novo ou velho.

1-calça-jeans-destroyed

Se tem um conselho que dou para alguém que está começando agora a customizar, é começar com jeans, depois você vai pegando o jeito, em como tingir, descolorir, e fazer aplicações também. Agora que deu uma esfriada, eu estou gostando de customizar moletons, eles ficam tanto tempo guardados que é bom da uma repaginada, e moletom é uma quase sempre um peça tão simples que vale a pena da sua cara para ele.

O bom mesmo é usar a imaginação e ter coragem, porque ai você vai fazer lindas peças, independentes de quais seja!

pagedownload

E na decoração é bom porque pode usar de tudo para fazer com que aquilo fique com nossa cara, e dê charme no ambiente.
lata-de-atum como-decorar-casa-com-botoes-dica-diy-decoracao-blog-52

Então, tem para todo gosto, porque você faz do seu gosto, se não de certo, tenta de novo. Vai valer a pena!